Páginas

segunda-feira, 24 de dezembro de 2007

Natal

Este blog gostaria de desejar a todos um Feliz Natal. Afinal, Natal é uma data importante. Também por permitir uma desculpa para famílias se reencontrarem, para descansar daquela loucura, para descansar um pouco. Mas evidentemente, há a razão principal para a comemoração do Natal. Acho que Dietrich Bonhoeffer, em sua "Ética" nos fala corretamente acerca do significado de Jesus, o ser humano:

Jesus Cristo, o ser humano, isto significa que Deus entra na realidade criada, que podemos e devemos ser seres humanos perante Deus. A destruição da humanidade é pecado e se constitui em obstáculo para Deus redimir o ser humano. Mesmo assim, a humanidade de Jesus Cristo não significa simplesmente a confirmação do mundo existente e da natureza humana. Jesus foi ser humano "sem pecado" (Hb 4.15). Este é o aspecto decisivo. (Bonhoeffer, 2005 [1949], p. 77)

Mas ao contrário daqueles que querem fazer da igreja apenas um instrumento de mudança social (compromisso) ou daqueles que acreditam ser correto esquecer o mundo em que vivem (radicalismo):

Em Jesus Cristo cremos o Deus feito ser humano, crucificado e ressucitado. Na encarnação reconhecemos o amor de Deus a sua criatura, na crucificação o juízo de Deus sobre toda carne, na ressurreição o propósito de um novo mundo por parte de Deus. Nada seria mais errado do que desarticular essas três peças. Tão inadequado como é elaborar uma teologia da encarnação, uma da cruz ou uma da ressurreição para contrapô-las entre si pela errônea absolutização de uma das peças, tão errado é este procedimento também para a reflexão sobre a vida cristã. Uma ética cristã calcada somente sobre a encarnação facilmente levaria à solução de compromisso; uma outra calcada somente na cruz ou na ressurreição de Jesus seria presa fácil do radicalismo e do entusiasmo. Só na unidade o conflito se desfaz. (Bonhoeffer, 2005 [1949], p. 76)

Que o Cristo encarnado, crucificado e ressucitado esteja conosco sempre.


Bonhoeffer, D. (2005 [1949]). Ética. 7. ed. São Leopoldo: Ed. Sinodal.

3 comentários:

Ricardo Agostini Martini disse...

Feliz Natal!

Anônimo disse...

Kang,
Todos sabem que o natal foi feito para encher a pança!
Abs,
Genta

Thomas H. Kang disse...

Genta,

Sabemos que tu pensa assim. É visível.

Abs,
Kang