Páginas

sábado, 16 de junho de 2007

Krugman sobre comércio e desigualdade

O blog do Monasterio indicou este pequeno texto do Krugman acerca de comércio e desigualdade. É bem pequeno mesmo, vale a pena todos darem uma lida, inclusive os preguiçosos.

O Stein não vai gostar.

2 comentários:

Guilherme Stein disse...

1) A desigualdade em si não é um problema. Aliás, o comércio internacional tem muito mais impacto sobre a riqueza absoluta do que a relativa. Todas as pessoas que moram no país que abriu sua economia, se tornam mais ricas uma vez que tem acesso a produtos mais baratos;

2) Claro que alguns setores que passam a se tornar ineficientes saem perdendo e isso causa uma redistribuição na renda. Entretanto, isto é apenas uma situação temporária, pois eventualmente as profissões e os negócios são reajustados para as atividades produtivas;

3) E por último, se houvesse livre circulação de pessoas além de capital, bens e serviços, os resultados seriam diferentes. Lempre-se que o modelo de comércio internacional neoclássico assume que a mão-de-obra não é móvel entre países;


Abraço amigo Thomas!

Sara disse...

É sempre interessante ler essas coisas quando você tem algum tempo livre, então eu estou sempre tentando comer ter esses pensamentos, eu acho que é interessante fazer isso quando estou comendo em restaurantes de Itaim Bibi