Páginas

sábado, 24 de março de 2007

Hidrelétricas

Como ocorre em todas as sextas, tivemos mais um seminário acadêmico. Desta vez, veio um professor do IBMEC-SP. Seu trabalho, retirado de sua tese de doutorado na University of Illinois at Urbana-Champaign, é sobre o setor elétrico brasileiro na época do "apagão". Um trabalho muito interessante: pessoal gostou do negócio. É uma aplicação prática de externalidades positivas em hidrelétricas ao longo de um rio... Quem se interessou, clique aqui.

A idéia básica é a de que uma hidrelétrica instalada em um rio regulariza o fluxo de água para hidrelétricas localizadas a jusante, ou seja, uma externalidade positiva. Como isso influi na decisão de entrada nas empresas? Além disso, tenta-se estimar o quanto funcionou o mercado de contratos na época, dadas as especificidades da legislação brasileira quanto a concessões para a construção de hidrelétricas. Em princípio, pode até não parecer empolgante, mas o trabalho é bom.

Nenhum comentário: