Páginas

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Erro da ANPEC

A prova da ANPEC esse ano se superou. Um concurso que decide a vida de futuros mestrandos não pode ter falhas tão grandes em sua organização.
Uma série de erros seguidos foi responsável por prejudicar a vida de muitos. Em primeiro lugar, houve atraso na divulgação dos resultados. Logo em seguida, descobriu-se que alguns centros receberam a classificação com os pesos errados. Assim, os resultados divulgados que já estavam atrasados tiveram que ser retirados. Logo, publicou-se o que seriam os resultados com os pesos corretos. Como se não bastasse, o pior veio no final: houve erro na correção e diversos alunos estavam com as notas erradas, prejudicando toda a classificação.
Até então a USP já tinha ligado para muitos convidando-os para a reunião. Era evidente a indignação de professores que passaram a tarde ligando para alunos confiando na classificação divulgada. A classificação correta só veio à tona na terça, quando USP e FGV-EESP faziam suas reuniões com os alunos chamados anteriormente. EPGE-FGV e PUC-Rio resolveram adiar suas reuniões em uma semana.
Aqui não se deseja achar culpados, mas apenas dizer que erros desse tipo não podem acontecer.

3 comentários:

Anônimo disse...

Gostaria de uma correção. O resultado atrasou, as notas saíram com os pesos errados e, todos que responderam a questão 13 da prova de microeconomia, tiveram retirados 2 pontos.

Depois disto o processo foi paralisado, os centros avisados e 4 dias depois as notas corretas foram liberadas.

Eu fui um dos que pediu revisão de notas, fui atendido prontamente e, o que eu considerava que estava errado, na verdade não estava.

Acho que a Anpec errou sim, me deixou aflito e nervoso, mas acho que houve muito coragem por parte da coordenação em paralisar um processo deste porte e importância ao descobrir e assumir seus erros.

Por isto mesmo tenho que parabenizar a coordenação da Anpec pela decisão justa e correta que tomou.

Ricardo Agostini Martini disse...

O pior q o problema queimou o filme do Cedeplar, mesmo que a professora responsável pela prova tenha se licenciado durante todo o ano para coordenar o exame da ANPEC.

Enoch Filho disse...

@Anônimo: Não foi coragem, foi bom-senso! Coragem seria se resolvessem manter os resultados errados. E não descobriram os erros sozinhos: foram avisados pelos candidatos.

@Ricardo, isso é verdade, o Cedeplar saiu com o filme queimado!

@Thomas, só pra ser mais específico e deixar registrado:

-- Erros da Coordenação: --
* Manual do Candidato com erros
* Estatísticas sem sentido
* Provas sem espaço para escrever e com erros ortográficos
* Gabarito errado (tá, isso é comum acontecer)
* Correção errada do gabarito (aprovaram recursos que não deveriam aceitar).
* Atraso pra disponibilizar os resultados
* Resultados ERRADOS (usaram a média e desvio padrão de macro para calcular o escore das outras matérias, além de diminuírem 2 pontos de quem acertou as questões 12 e 13 de micro).

-- Erro dos centros: --
* Em SP mudaram o local de prova e não avisaram a todos com antecedência
* Na prova de Estatística, alguns centros não entregaram a tabela Z, que era necessária para responder 2 questões.
* A UNESP divulgou a planilha com as informações pessoais de TODOS os candidatos.s candidatos.