Páginas

sábado, 27 de junho de 2009

Gripe suína

Sou monitor do curso de Econometria I da graduação da FEA-USP. Duas alunas da turma foram diagnosticadas com o vírus da chamada gripe suína ou H1N1. A ocorrência gerou um surto histérico na FEA com a imediata suspensão das aulas da graduação por uma semana. Alguns, ao saberem que eu era monitor da turma, não quiseram apertar minha mão. Uma menina ontem desistiu de um cachorro quente porque eu estava falando perto do molho: minha saliva poderia ter respingado no molho. Doente e discípulo do Frajola...

O cancelamento das aulas ocorreu justamente em uma das últimas semanas do semestre. Provas foram canceladas e adiadas. Muita confusão ainda está por vir.

***

Pensei agora no que ocorreria com essa gripe se ela tivesse acontecido no passado. Em um contexto em que o custo de transporte era alto e, portanto, sem muita mobilidade de pessoas, essa gripe "suína" não levaria a essas reações. Seu contágio seria bem menor e restrito a uma área talvez. Se houvesse maior contágio, demoraria algum tempo para isso acontecer, a exemplo do que aconteceu com a Peste Negra, que demorou anos para atingir toda Europa.

Por outro lado, uma Peste Negra teria se espalhado mais rapidamente hoje em dia com a queda dos custos de transporte? Provavelmente não, uma vez que na época, não havia antibióticos. Uma gripe espanhola hoje em dia se espalharia mais rápido, mas certamente teríamos melhores condições de combatê-la.

De qualquer forma, torçamos para que os cientistas encontrem uma vacina, além de torcer para que o vírus não faça mutações mais perigosas.

3 comentários:

alemdascurvas.com disse...

Thomas, eu não sabia que você falava cuspindo e babando!

Parabéns pela monitoria.

=)
Enoch Filho

Diego Rodrigues disse...

Thomas;

Vou te bloquear no MSN.

Não é nada pessoal, mas esses vírus aí... Sabe como é...

Thomas H. Kang disse...

haehaeha, bons comentários