Páginas

quinta-feira, 21 de maio de 2009

O fenômeno Acemoglu

Ele escreve sobre tudo. Recentemente, Daron Acemoglu lançou um livro chamado Introduction to Modern Economic Growth. Cerca de mil páginas abrangendo desde as teorias básicas de crescimento (Ramsey, overlapping generations) chegando até questões de economia política do crescimento e instituições. 

Mais do que isso, ele e seus companheiros Simon Johnson e James Robinson tem memoráveis artigos sobre colonização e crescimento de longo prazo. Controversos mas conhecidos. Poucos nomes conseguem vir antes de Acemoglu nas referências bibliográficas. Em qualquer área de conhecimento da economia, não ter Acemoglu referenciado passou a ser estranho hoje em dia. Obviamente, ele ganhou a medalha John Bates Clark, concedido para economistas até os 40 anos. Não vou relacionar os papers, facilmente encontráveis na maioria das bibliografias de papers recentes na área de crescimento de longo prazo e instituições.

Livro premiado é o seu Economic Origins of Dictatorship and Democracy, que tem como co-autor James Robinson. Andamos discutindo suas teorias institucionais, baseado em um capítulo da autoria dos três (Acemoglu, Johnson a Robinson) que está contido no Handbook of Economic Growth. Nosso grupo de história econômica levantou o fato de que a sua teoria de instituições políticas e econômicas é muito geral. Todos reclamamos da dificuldade de aplicação direta de sua teoria, embora alguns insights sejam muito bons. De qualquer forma, é um avanço interessante na economia. A economia deixou de ser a ciência em que política apenas se refere aos problemas de escolha pública, em que o problema é sempre a intervenção estatal além da garantia de direitos de propriedade e a existência de grupos de interesse. Embora esse último campo seja importante, ao destacar questões distributivas e de poder político, Acemoglu, Johnson e Robinson acabaram fazendo uma contribuição importante. Grupos de interesse devem ser vistos de forma menos normativa às vezes.

Quem for ao site do Acemoglu no MIT, vai poder observar a sua produção frenética de working papers em muitas áreas da economia. Enquanto publica papers altamente teóricos e com modelos altamente sofisticados, ele ao mesmo tempo também será o conferencista principal do World Economic History Congress em Utrecht a ser realizado em agosto. E eu estarei lá.


Nenhum comentário: